Certificação Gemologica

Perguntas Frequentes

Pedras Preciosas, Cuidados & Curiosidades

Atendimento ao Cliente

Sites Relacionados

© SUELLEHARTS. 2018

GRG Swiss - Laboratório de Gemologia

Investir e Poupar em Pedras preciosas, diamantes, objetos de art é a solução mais segura para proteger o seu patrimônio. Garantindo a herança para as futuras gerações da sua família

– INVESTIR EM BENS ATIVOS FÍSICOS DE VALOR UNIVERSAL. 

 

– INVESTIR COM EFICÁCIA NO SEU FUTURO. 

 

A eficácia de investimento em bens ativos físicos (Hard Assets) sempre esteve presente na história da humanidade, comumente relembrada por momentos marcantes da história brasileira, como por exemplo o sucesso da Coral Portuguesa no período da Era do Ouro ou um dos momentos mais marcantes da humanidade retratado pelos refugiados do Holocausto, onde entre um povo inteiro coagido, somente poucos, muitos deles os que haviam investido em bens físicos, possuíram o poder em tempo real de barganha física, através da permuta seus bens duráveis como pedras preciosas, joias, diamantes entre outros, pela sua liberdade e segurança da sua família, onde dessa forma puderam atravessar os oceanos e resgatar a esperança de um futuro melhor para as suas famílias.

Em tempos modernos, a existência de crises financeiras e politicas tem tornando-se uma situação constante e se perguntarmos a qualquer consultor financeiro, onde ele investiria para o seu futuro, ele ou ela o diria que manter um portfólio diversificado oferece proteção contra o inesperado. E que a chave para preservar e aumentar o seu patrimônio é encontrar a alocação de ativos físicos, bens matérias que o valor não se perde com o tempo, como acontece com uma moeda de um país.  Bens como joias, pedras

preciosas, diamantes, ou uma obra de arte, somente agrega seus valores com o tempo, pois a sua existência é única e limitada. Os valores destes bens não estão imitados a uma nação, mas a um valor e significado universal. 

– A PREFERÊNCIA POR JOIAS E PEDRAS

   PRECIOSAS

Em um momento de insegurança nacional onde um mercado de ações encontra-se estagnado e baixas taxas de juros, as alocações de ativos mudam constantemente. Em momentos como esses muitas famílias e investidores estão cada vez, mais buscando novas alternativas de ações e títulos para fazer parte de seu portfólio de investimentos. 

Os principais assessores financeiros agora recomendam que pessoas de alto valor líquido colocam 10% de sua carteira em ativos físicos, que incluem comodidades como metais preciosos, pedras preciosas, terra, petróleo. E colecionáveis ​​ como arte, joias, selos, moedas

 “O ativo fixo também é chamado de bem patrimonial, é todo capital que possui em forma de ben. O ativo fixo a principio, não é convertido em dinheiro, tendo um caráter de permanência. E é por essa razão que os ativos fixos podem ou não sofrer depreciação”  

—Fonte: GUIABOLSO | Finanças correspondente bancário.

Em tempos de grave incerteza econômica, a mudança para ativos físicos é ainda mais explorada. Quando os investidores veem os bancos centrais desesperadamente imprimir mais dinheiro para gerar crescimento econômico, o surgimento de moedas virtuais, que também funcionam como qualquer outra poupança virtual, sensível e sujeita a falha, onde um blackout de energia, um vírus ou ação fraudulenta de um hacker, ou guerra entre governos e população, resultaria na perda catastrófica de seus bens virtuais! Provavelmente impossível de rever o seu capital virtual investido. Por essas e muitas outras razões, muitos investidores tradicionais entendem que a mudança de alguns ativos em comodidades com valor tangível é a maneira mais efetiva de se prevenir contra as “ modas virtuais” como também reduzir o risco cambial. 

“O brasileiro, que trabalha e recebe em reais, está obviamente muito exposto à economia nacional, portanto é sábio manter uma reserva em moedas estrangeiras. Já o ouro (uma comodidade de ativo físico) pode ser encarado como uma espécie de seguro em épocas de crise”

—Fonte: UOL Canal Economia Nacional

Bens de ativos físicos como diamantes e pedras preciosas a combinação perfeita entre beleza e investimento no futuro

– O PODER DAS JOIAS

 

Não é pura coincidência que o banco central nacional, como também em todos os outros países, possui seu patrimônio protegido através de um dos ativos físicos mais populares, o ouro. Este poderia ser também joias icônicas, pedras preciosas, diamantes, obras de arte ou qualquer outro tesouro tangível, com reconhecimento de valor universal!

"Os melhores diamantes tornaram-se extraordinariamente valiosos", disse Geoffrey Munn, diretor-gerente do joalheiro com sede em Londres Wartski, em entrevista à Bloomberg. "Há um sentido no momento em que o dinheiro é como a areia correndo pelos dedos e há uma corrida para comprar joias como uma cobertura". 

Nos últimos 6 anos, os preços do ouro aumentaram cerca de ~140%. Os preços das pedras preciosas também viram uma pressão ascendente, liderada pela crescente demanda por economias de crescimento mais rápido, como a China e a Índia. Mas muitos economistas observaram que em setembro de 2011 houve o nascimento de uma nova necessidade "Uma segunda força é a insegurança econômica. Como o ouro, as gemas são vistas por alguns como uma reserva tangível de valor em tempos turbulentos. Os negociantes são cada vez mais solicitados a juntar coleções para americanos ricos que querem diversificar os investimentos em papel ".

Uma das vantagens das pedras preciosas em relação ao ouro é que eles são tesouros compactos e altamente portáteis. Em muitos casos, os investimentos em pedras preciosas não são vendidos, mas transmitidos por gerações como heranças familiares.

–  JOIAS SÃO MELHORES QUE OURO

 

Uma das vantagens das pedras preciosas em relação ao ouro é que eles são compactos e altamente portáteis. Pedras finas também podem ser apreciadas de forma que as barras de ouro não podem: gemas podem ser ajustadas em joias e apreciadas pela beleza delas. Em muitos casos, os investimentos em pedras preciosas não são vendidos, mas transmitidos por gerações como relíquias familiares.

–  O VALOR ETERNO DAS JOIAS E

    DAS PEDRAS PRECIOSAS

 

–  BELEZA E VALOR

 

Mas, em geral, a demanda mundial de pedras finas é sempre rara e nunca excede o suprimento, já os preços das pedras preciosas se movem progressivamente, principalmente ao longo do tempo.

Embora as pedras preciosas não sejam tão líquidas quanto o ouro, por exemplo as esmeraldas colombianas, um rubi birmanês de alta qualidade ou safira de Ceilão sempre manterá seu valor. Se suas minas se esgotarem, os valores das pedras ganharão um reajuste de valor exponencial. Novas descobertas, como a valiosa Spinele, Tanzânitas, e muitas outras pedras preciosas oferecem oportunidades para novos investidores. 

Mas, em geral, a demanda mundial de pedras finas é sempre rara e nunca excede o suprimento, já os preços das pedras preciosas se movem progressivamente, principalmente ao longo do tempo.

E é por isso que é imprescindível comprar joias com valores e significância que vão além da aparência. Beleza e valor têm que estarem agregados para fins de investimento não só na sua aparência mas para a segurança e futuro das próximas gerações. É fundamental comprar joias com gemas de primeiro grau. 

As pedras comerciais de baixo custo são essencialmente inúteis: elas sofrem de cor ou clareza medíocres, e geralmente são mal lapidadas, sem brilho e qualidade. Já as pedras finas, distinguem-se por cores vivas, intensas, claridade notável e excelente corte. Compre o melhor que pode pagar pois isso não é uma compra, mas uma das formas mais seguras de poupar as suas riquezas, sempre tendo em mente que este é dinheiro não gasto, mas sim investido no futuro de sua família. 

“ Joias preciosas são tesouros que o brilho não se apaga com o tempo”